logo-ibt

logo-terapiabioprogressiva2

A Terapia Bioprogressiva de Ricketts - Uma Filosofia em Evolução

" A TERAPIA BIOPROGRESSIVA DE RICKETTS - UMA FILOSOFIA EM EVOLUÇÃO"

Muito mais do que uma simples Técnica, a Terapia de RICKETTS constitui-se em uma ampla e completa Filosofia de Tratamento Ortodôntico. Sente-se no direito de assim definir-se por procurar compreender e encarar o paciente como "UM TODO" e não apenas os seus dentes. Nesta abordagem global busca-se respostas a três perguntas:

" A TERAPIA BIOPROGRESSIVA DE RICKETTS - UMA FILOSOFIA EM EVOLUÇÃO"


Muito mais do que uma simples Técnica, a Terapia de RICKETTS constitui-se em uma ampla e completa Filosofia de Tratamento Ortodôntico. Sente-se no direito de assim definir-se por procurar compreender e encarar o paciente como "UM TODO" e não apenas os seus dentes. Nesta abordagem global busca-se respostas a três perguntas:

A) "ONDE ESTAMOS"? - compreender-se o problema e a totalidade de suas implicações = o DIAGNÓSTICO.

B) "PARA ONDE VAMOS?"- definir-se claramente, após considerar-se o problema sob todos os ângulos, a Decisão Final - o que fazer com ele = o PLANEJAMENTO.

C) "COMO CHEGAR LÁ"- a escolha criteriosa dos dispositivos mecânicos que deverão executar o trabalho, atingir os OBJETIVOS do planejamento = o TRATAMENTO propriamente dito.

Como não poderia deixar de ser, esta forma de Terapia Ortodôntica idealizada pelo seu criador, o Dr. ROBERT RICKETTS, também evolui. Embora seus princípios fundamentais permaneçam imutáveis, como base extremamente sólida, certos aspectos e conceitos podem, eventualmente, no processo dinâmico da evolução, ser enfocados sob outros ângulos, sem porém modificá-los.

Aproveitando-me da vinda ao Brasil, por ocasião do "IX CONGRESSO BRASILEIRO DE ORTODONTIA" em Outubro próximo, do Dr. MICHEL LANGLADE, talvez o mais importante discípulo do Dr. RICKETTS, vamos enfocar as modificações por ele introduzidas e que tornam ainda melhor a Terapia na sua eficiência.

Em recente entrevista que concedeu ao "ORTODONTIA JORNAL" ("COMO PENSA UM ORTODONTISTA FRANCÊS", Nº 29 - Janeiro/Fevereiro de 1994), respondendo a Pergunta "Como é a Bioprogressiva ‘A LA LANGLADE’?", ele assim se expressou: "TENHO MILITADO A O LADO DE RICKETTS HÁ MUITOS ANOS E ISTO SIGNIFICA ACEITAR TODAS AS SUAS IDÉIAS, SEM MESMO, DE INÍCIO, COMPREENDÊ-LAS COMPLETAMENTE. COLOCÁ-LAS EM PRÁTICA E DEPOIS ACEITAR E INCORPORAR O QUE FOR BOM PARA MEUS PACIENTES, FILTRADO PELA MINHA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA. EU DIRIA QUE A ‘MINHA MANEIRA’ É UM POUCO MAIS LATINA, UM POUCO MAIS CRIATIVA. MINHAS PRIORIDADES SÃO UTILIZAR O PRINCÍPIO DA SEGMENTAÇÃO DAS ARCADAS EM SEU MAIS ALTO GRAU E MINIMIZAR AO MÁXIMO A NECESSIDADE DE COOPERAÇÃO DO PACIENTE".

TERAPIA BIOPROGRESSIVA

e

TERAPIA BIOPROSPECTIVA

BIO = Consciente dos Princípios Biológicos

PROGRESSIVA = Seqüência de procedimentos que visam "destravar" a mal oclusão de forma progressiva. Assim nasceu a Terapia Bioprogressiva . Posteriormente, o Dr. RICKETTS, sob outro enforque, assim definiu sua Terapia:

"A TERAPIA BIOPROGRESSIVA É A FILOSOFIA DAS POSSIBILIDADES E NÃO UMA TÉCNICA RESTRITA ÀS LIMITAÇÕES DO ORTODONTISTA". (Pacific Palisades, Agosto de 1985).

Isto enfatiza a importância do DIAGNÓSTICO completo e sofisticado que prioriza as reais necessidades do paciente, acima das limitações do APARELHO, na escolha do caminho a ser seguido.

No processo dinâmico da Evolução, o Dr. LANGLADE desloca o enfoque para as conseqüências lógicas do DIAGNÓSTICO - a ANTECIPAÇÃO TEÓRICA DOS RESULTADOS, propondo uma nova denominação:

"Terapia BIOSPROSPECTIVA"

BIO = Consciente dos Princípios Biológicos.

PROSPECTIVA = (Prospecção = olhar à distância) - a antecipação teórica dos resultados possíveis, para poder tomar as melhores decisões no planejamento.

Outro Conceito que caracteriza a evolução da Terapia de RICKETTS é o resultado das constante busca do EQUILÍBRIO.

Existe em toda mal oclusão pontos de referência, ou seja, dentes ou grupos de dentes cujas posições deverão ser respeitadas principalmente quando utilizadas como ANCORAGEM. Isto levou à mais um conceito: "CONCERTE O QUE ESTÁ ERRADO, MAS NÃO PERTURBE O QUE ESTÁ BEM". Utilizando em toda sua extensão o conceito do SECCIONAMENTO DA MECÂNICO, indubitavelmente a principal e grande característica desta terapia, Dr. LANGLADE usa de forma inteligente as FORÇAS DIFERENCIAIS. Dificilmente seus ARCOS BASE são sempre simétricos. Ele os individualiza segundo a necessidade, conseguindo maior eficiência e reduzindo o tempo de tratamento.

Por vezes, em um arco, há ação de RETRAÇÃO de um lado e de AVANÇO do outro, para correção da Linha Mediana, por exemplo (Fig. 1)

Apoiados no Arco Inferior estabilizado, os Elásticos de Classe II atuam na distalização do bloco posterior direito, enquanto a ação do Elástico de Classe III mantém a ancoragem do Molar Superior esquerdo, para que o Arco movimente o setor anterior. (a arcada inferior poderá ser reforçada por um Arco Lingual tipo Nance).

Em sua mecânica individualizada, Dr. LANGLADE identifica duas FORÇAS DE RESISTÊNCIA; A) RESISTÊNCIA ESTÁVEL = o ponto de ANCORAGEM da força. B) - RESISTÊNCIA MÓVEL = o ponto de APLICAÇÃO e a RESISTÊNCIA do dente a ser deslocado.

A RESISTÊNCIA ESTÁVEL pode ser constituída por um ou mais dentes, para permitir o movimento de um canino, por exemplo, ou de toda uma arcada sob ação de Elásticos Inter-Maxilares.

Há três situações possíveis, sendo que:

(RE = Resistência Estável - Ancoragem)

(RM = Resistência Móvel - Dentre a ser movido)

(FM = Força de Mobilidade)

1ª Situação: RE = RM

Se FM é menor que RE + RM = não há deslocamento

Se FM é maior que RE + RM = há deslocamento igual e simétrico.

2ª Situação: RE maior que RM

Se FM é maior que RE é maior que RM = há deslocamento duplo e desigual. (RM se desloca mais que RE).

SE RM é menor que FM é menor que RE = há deslocamento correto e desejado

3ª Situação: RE é menor que RM

Se FM é menor que RM é maior que RE = deslocamento mínimo

Com base neste importante Conceito originalmente criado por DE NEVREZE, o Dr. LANGLADE idealizou seu SISTEMA DE FORÇAS, que caracteriza a sua mecânica altamente individualizada.

Nos casos de atresias de arcadas e cruzamentos posteriores ele consegue estabilizar a unidade de ANCORAGEM e direcionar a FORÇA na sua totalidade para o elemento que deve ser movido. Em experiência realizada em sua clínica, ele observou que com este procedimento consegue reduzir o tempo de tratamento para um terço do convencional, simplesmente eliminado desperdício de força. (Fig 2)

Expansão Unilateral com apoio de Elástico na Arcada Inferior do lado oposto (Arcado Inferior ESTABILIZADA).

OBS.: Quando há vários dentes posteriores em cruzamento, inicia-se o descruzamento pelo dentre mais posterior.

A contínua evolução de nossa "Ciência e Arte" atesta sua condição de dinamismo. À todos aqueles que para tanto contribuem com sua inteligência e sua dedicação, àqueles que, nas palavras de LAURO TREVISAN... "enxergando mais além, marcam agora o Futuro, pondo luzes no escuro, para nortear os que vem...", nosso preito de gratidão

José Eduardo Pires Mendes

Ler 12493 vezes